sexta-feira, 29 de março de 2013

EU QUERIA SER UMA INDÍGENA...




Assim eu teria os bons e velhos deveres de respeitar os anciãos
(que seriam obrigatoriamente mais sabios que os jovens
e seriam capacitados a me dar lições de caráter).
Sendo uma indígena eu teria discernimento,pois aprenderia desde criança
o que fazer e o que não fazer dentro da minha tribo,
e saberia que a minha tribo não se resume aos mais chegados,
e sim,a todos os que ali já estavam muito antes de eu nascer,
e que estarão lá mesmo depois que eu deixar de ser uma curumim.

Sendo indígena,eu receberia os forasteiros e eles seriam bem tratados
como se fossem mandados à minha aldeia pelo próprio Tupã.
Fumaríamos e beberíamos e comeríamos unidos,dividindo tudo e sendo
verdadeiros e gentis (ainda que o nosso hóspede não me agradasse tanto assim...)
À noite dormiríamos bem,e dormiríamos todos em confortáveis redes,
sem que nenhuma rede fosse mais agradável que a outra,
a não ser que alguma companhia se aproxegasse de mansinho...

Eu queria ser uma indígena,para não maltratar,
não ser egoísta nem malcriada,ou me gabar pelos bons atos,
que é dever de qualquer pessoa.
Queria ter um caráter de indígena...
Mas espere aí! É preciso ser um Carajá para tentar ser isso tudo,
ou basta ser um ser humano de verdade?
Aos covardes o mito,
a crença de que por serem isso ou aquilo
nada podem fazer para ser alguém melhor.

EXORCIZANDO INDÍGENAS




Desde o bRASIL colonial,o índio é tratado como um demônio a ser exorcizado.Destroem a vida indígenas como se fosse lixo a ser recolhido.
Sua cultura e suas crenças eram vistas apenas como algo exótico a ser eliminado;seu modo de vida sustentável era desrespeitado pela destruição de suas florestas e matança de seus animais.
A Igreja impunha sua religião.Estendia as mãos para catequizar,escondendo nas mangas a palmatória e o chicote,destinados ao índio rebelde.
Os colonizadores com seus brindes reluzentes na verdade eram ladrões afim das terras,das pedras preciosas,animais raros,e das índias.
Havia luta e,ai de quem lutasse! Os que não se submetiam acabavam morrendo das "doenças dos brancos",típicas viroses vindas de fora das quais não se tinha conhecimento ou cura.

TANTA DOR E SANGUE E LÁGRIMA
que parece que foi ontem...
...mas espere aí,FOI ONTEM!

Foi ontem com os Guarani-Kaiowá,
foi ontem também com os da Aldeia Maracanã!
ESTÁ SENDO HÁ 513 ANOS de expulsões e derrame de sangue!
"Saiam todos,não precisamos de vocês!" Dizem as autoridades.
Querem que as comunidades indígenas se tornem apenas pecinhas num museu.MAS QUE MUSEU? se até mesmo os museus indígenas estão sendo demolidos em favor de CAUSAS ESTÚPIDAS como a criação do Museu da Copa!

GENTE,SOMOS SERES HUMANOS!
VOCÊS NÃO VÊEM ISSO??
NÃO QUEREMOS FUTEBOL,DEVOLVAM A DIGNIDADE DOS NOSSOS ÍNDIOS!


Por Beth Diamond. 22/03/2013

quarta-feira, 27 de março de 2013

19 DE ABRIL----DIA DO INDIO???







O dia do Índio tem como função relatar os direitos indígenas e faz com que o povo brasileiro saiba da importância que eles tem na nossa história. Um povo que foi massacrado,humilhado e escravizado pelos colonizadores ,mas mesmo assim tem sua importância no contexto histórico do Brasil. Eles proporcionaram ao nosso passado um histórico cultural rico,com desenvolvimento de tratamentos medicinais caseiros,comidas típicas e métodos de plantio.

Devemos lembrar também, que os índios já habitavam nosso país quando os portugueses aqui chegaram em 1500.
Desde esta data, o que vimos foi o desrespeito e a diminuição das populações indígenas. Este processo ainda ocorre, pois com a mineração e a exploração dos recursos naturais, muitos povos indígenas estão perdendo suas terras.

FONTE :WIKIPEDIA

Homenagem:Álvares de Azevedo

Homenagem:Álvares de Azevedo

Homenagem:Anne Frank

Homenagem:Anne Frank

Homenagem:Cazuza

Twilight

New Moon

Eclipse

Breaking DowN